4 de abril de 2013

Os meios de transporte na Bruzundanga

O trágico acidente com o ônibus que caiu de um viaduto revela quão equivocado tem sido o desenvolvimento das nossas grandes cidades. O transporte sobre rodas ainda vai parar - literalmente - as cidades e ocasionar muitas outras mortes. Sua função deveria ser meramente complementar. Ou seja, a função de complementar o transporte sobre trilhos, que tem tudo para ser mais ágil, seguro, rápido e eficiente. Os trilhos deveriam ser o eixo principal de deslocamento em todas as metróploles e aos demais veículos caberia dar conta dos pequenos deslocamentos, da capilaridade das pequenas vias. 
Infelizmente tem prevalecido entre nós a lógica do lucro rápido e fácil, da indústria automobilística e dos interesses privados. Os mesmos interesses que baniram do interior dos ônibus o trocador, sobrecarregando motoristas despreparados e lançando-os ao embate direto com passageiros exasperados ao ponto de provocar - criminosamente - graves acidentes. Enquanto isso, nos gabinetes de luxo, no conforto do ar condicionado, a vida segue para governantes e empresários inescrupulosos.

Nenhum comentário: