4 de novembro de 2011

Ainda a CONTRAPONTO

Jamais soube que ao trabalhar na CONTRAPONTO, trabalhava num site que pertence "a quem configurou esteticamente o site, [que] é como um quadro, uma obra de arte". Pasme! Devo ser mesmo um idiota!

Insisto: se a revista não acabou, porque foi retirada do ar???

Será porque "o programador não se sente confortável com o uso que pode ser feito de seu código sem seu consentimento"??? O aluno web designer levou ou não consigo a revista de toda uma comunidade, como se pudesse carregá-la debaixo do braço?

Como não sou coveiro das boas ideias, desejo vida longa à CONTRAPONTO (embora eu não saiba mais onde localizá-la, pelo menos por enquanto...).

Denilson Botelho


Um comentário:

Robson Cruz disse...

"Não há nada mais perigoso do que a ignorância sincera e a estupidez consciente"

- Martin Luther King