14 de julho de 2010

A brutal queda da linha de miséria no país

Nem de longe os governos de Lula e do PT foram os governos dos meus sonhos. Imaginava que, ao chegar ao poder, o PT protagonizaria a tão esperada virada à esquerda e romperia com o modelo neoliberal. Nada disso aconteceu e a "Carta aos brasileiros" de 2002 (que aliás é discutida e analisada no meu curso de História do Brasil Contemporâneo) já indicava claramente isto.

Contudo, não há como negar que, com Lula e o PT, tivermos avanços bastante expressivos. Avanços que a classe média, míope, insiste em não reconhecer, confortavelmente refesteleda no sofá da sala e diante da TV. Avanços dos quais a insuspeita FGV nos dá incontestável testemunho (ver gráfico abaixo).

Estamos longe de eliminar a miséria do país, muito longe. Mas é preciso reconhecer que avançamos. E para avançar, é preciso que não entreguemos o poder aos velhos coronéis do PSDB/DEM. Diante do quadro atual, a melhor alternativa - ou a menos ruim - é a manutenção do PT no poder.

Sejamos pragmáticos, sem desistir do sonho de um governo de esquerda que ainda haveremos de eleger nesse país.

Observe o gráfico e compare os períodos 1995-2002 (FHC) e 2003-2009 (Lula).

Fonte: http://www.fgv.br/cps/Pesquisas/miseria_queda_grafico_clicavel/FLASH/

Nenhum comentário: